fbpx

Qual a diferença entre vegano e vegetariano?

14% da população brasileira se identificou como vegetariana em 2018, segundo pesquisa do Ibope Inteligência. Isso equivale a cerca de 30 milhões de pessoas

Se compararmos esses dados com o da mesma pesquisa realizada em 2012 nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro, temos que, naquela época, 8% dos entrevistados se consideravam vegetarianos. Ou seja, em 6 anos, o número de brasileiros vegetarianos cresceu 75%.

Ainda não temos dados sobre a população vegana no Brasil, mas algumas estimativas apontam que cerca de 33% dos vegetarianos brasileiros são veganos, em números totais seria algo em torno de 9,9 milhões de veganos.

Em consonância a isso, o mercado de produtos veganos e vegetarianos encontra-se em amplo crescimento. Em 2018, as duas categorias somaram R$ 15,3 milhões em vendas somente no Brasil.

MOTIVAÇÕES

Muitas são as razões para se tornar vegetariano ou vegano, e de acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira, os principais motivos são:

  • Ética: os vegetarianos possuem respeito e compaixão pelos bichinhos, e sabem que os animais são seres sencientes, capazes de sofrer, sentir prazer e felicidade. Dessa forma, os vegetarianos não veem diferenças entre os animais domesticados – cães e gatos, por exemplo – daqueles utilizados na produção de alimentos: bois, vacas, porcos e aves.
  • Saúde: estudos apontam efeitos positivos na saúde de indivíduos que consomem maior quantidade de alimentos de origem vegetal e restringem produtos de origem animal. Os vegetarianos também alegam sentir-se mais leves e dispostos após cortar o consumo de carnes vermelhas.
  • Meio Ambiente: os principais problemas causados pela atividade pecuária estão relacionados ao desperdício de água, pois estima-se que para produzir 1 Kg de carne bovina são necessários 17 mil litros de água, enquanto o aporte de água necessário para a produção de alimentos vegetarianos é bem menor. Além disso, o desmatamento é um fator determinante, dado que aproximadamente 70% da terra desmatada da Amazônia é utilizada como pasto, e parte considerável do restante é utilizada para plantação de soja para ser transformada em ração. 

Mas enfim, o que difere os vegetarianos dos veganos?

CATEGORIAS

O princípio da alimentação vegetariana é a exclusão da carne de origem animal das refeições, porém, as dietas vegetarianas podem ser mais ou menos flexíveis em relação ao consumo de outros produtos de origem animal como leite e ovos. Veja abaixo as 4 categorias de vegetarianos:

  • Ovolactovegetarianismo: os adeptos consomem ovos, leite e laticínios;
  • Lactovegetarianismo: consomem leite e laticínios; 
  • Ovovegetarianismo: consomem ovos;
  • Vegetarianismo estrito ou Veganismo: não consomem nenhum alimento de origem animal.

VEGANISMO

O veganismo não é apenas uma dieta em si, mas sim um conjunto de ações em todos os aspectos da vida que demonstram a recusa ao sofrimento dos animais, seja na alimentação, no vestuário ou em outras formas de consumo.

Por isso os veganos seguem uma dieta vegetariana estrita, que além da exclusão das carnes animais, elimina também demais alimentos de origem animal como os laticínios, os ovos, o mel, a gelatina, dentre outros.

Outra característica importante dos veganos é o de não consumir qualquer produto não-alimentício que tenha origem animal ou que seja testado em animais, como alguns cosméticos, roupas feitas de couro, lã, peles de animais, penas etc.

Assim, os principais vetores que atraem as pessoas para o veganismo são a preocupação com os maus tratos aos animais em todas as esferas do consumo, com o meio ambiente e com a própria saúde.

CONCLUSÃO

Agora que apresentamos o tamanho da população vegetariana no Brasil, as categorias do vegetarianismo e nos aprofundamos do veganismo, ficou claro que:

Os vegetarianos são as pessoas que restringem o consumo de todos os tipos carne animal (bovina, suína, de frango, peixe, frutos do mar etc.) em suas dietas. 

Enquanto os veganos restringem o consumo e o uso de todos os produtosde origem animal, alimentícios ou não, como a carne, o mel, ovos, leite e derivados, roupas de couro e lã, cosméticos testados em animais, dentre outros.

Nós da Grani Amici estamos de olho nos nossos consumidores veganos e vegetarianos. Por isso, em 2017, lançamos nossa primeira linha de Mixes Veganos certificados pela Sociedade Vegetariana Brasileira – SVB. 

Trata-se de misturas pré-prontas para o preparo de Bolo de Laranja, Brownie e Pão de Queijo. Todas são livres de glúten, leite e lactose, e necessitam de ingredientes simples como água e óleo vegetal para serem preparadas. Experimente!

A nossa equipe de pesquisa e desenvolvimento também estuda inovações em outros produtos para oferecer ao mercado. Logo traremos novidades para vocês!

Gostou do conteúdo? Deixe seus comentários aqui e compartilhe com os seus amigos!

Compartilhe esse post!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
admingrani

admingrani

Posts recentes

A Grani Amici foi fundada em 2010 com o
propósito de oferecer bem-estar e inclusão
às pessoas com intolerâncias e alergias
alimentares, através da fabricação dos melhores
panificados livres de glúten e lácteos. ❤

Newsletter da Grani
Inscreva-se e receba conteúdos exclusivos em primeira mão!

Endereço
Av. Dr. Wady Badra, 565
Tulipas, Jundiaí, SP
CEP: 13.212-790

Entre em contato
(11) 4492-3085
(11) 9 3029-4557
sac@graniamici.com.br
Horário de atendimento
Segunda à sexta-feira
Das 08h às 17h

Redes